Posts Marcados: Jacques Lacan

Por que a gente não se entende

Por Luciene Godoy e Valéria Belém

Nem sempre a gente entende a língua que o outro fala porque está tudo lá, na cabeça dele. Então, somos os felizes proprietários de milhões de palavras que só fazem sentido para nós mesmos, uma linguagem própria e intransferível.

Por que a gente não se entende

Por Luciene Godoy e Valéria Belém

Nem sempre a gente entende a língua que o outro fala porque está tudo lá, na cabeça dele. Então, somos os felizes proprietários de milhões de palavras que só fazem sentido para nós mesmos, uma linguagem própria e intransferível.

Solte suas peles

Por Valéria Belém

Delícia das delícias é descobrir o que fazer com isso que É você, olhar para o futuro, arriscar-se naquilo que transforma e tira o pó dos sapatos, lançando os pés em outras estradas.

Solte suas peles

Por Valéria Belém

Delícia das delícias é descobrir o que fazer com isso que É você, olhar para o futuro, arriscar-se naquilo que transforma e tira o pó dos sapatos, lançando os pés em outras estradas.

Com que olhos você me vê?

Por Luciene Godoy
Apesar do descompasso do tempo, da posição e do parceiro, a primeira relação de amor é tudo o que possuímos para nos ajudar a mudar o que é necessário, para ser bem-sucedido neste mesmo/novo tipo de amor.

Destacado / Deixe um comentário

Com que olhos você me vê?

Por Luciene Godoy
Apesar do descompasso do tempo, da posição e do parceiro, a primeira relação de amor é tudo o que possuímos para nos ajudar a mudar o que é necessário, para ser bem-sucedido neste mesmo/novo tipo de amor.

Destacado / Deixe um comentário
Talking, from the series Customs of Women Today (Yamamoto Shoun, 1906-1909)

Eu sei o que é, mas não sei explicar

Luciene Godoy // Dias atrás, preparando uma aula do Seminário 20 de Lacan, me vi dizendo uma frase que certa época povoou minha infância em Caldas Novas. Uma de minhas amiguinhas saiu com a brincadeira de “dicionário”. À queima-roupa, éramos

Destacado / Deixe um comentário
Talking, from the series Customs of Women Today (Yamamoto Shoun, 1906-1909)

Eu sei o que é, mas não sei explicar

Luciene Godoy // Dias atrás, preparando uma aula do Seminário 20 de Lacan, me vi dizendo uma frase que certa época povoou minha infância em Caldas Novas. Uma de minhas amiguinhas saiu com a brincadeira de “dicionário”. À queima-roupa, éramos

Destacado / Deixe um comentário

O que é o amor?

Luciene Godoy // Lacan dizia que amar é querer fazer “Um”, tentar a partir de dois fazer um. Quanto a isso, ele não deixa a menor dúvida no seu Seminário 20, em que afirma: “Nós dois somos um só. Todo

Destacado / Deixe um comentário

O que é o amor?

Luciene Godoy // Lacan dizia que amar é querer fazer “Um”, tentar a partir de dois fazer um. Quanto a isso, ele não deixa a menor dúvida no seu Seminário 20, em que afirma: “Nós dois somos um só. Todo

Destacado / Deixe um comentário
Stepping Out (Roy Lichtenstein, 1978) - www.metmuseum.org

Adivinhe qual é a única emoção universal!

Luciene Godoy // A pesquisa se propunha a descobrir qual seria a única manifestação das emoções genuinamente universal. Imediatamente me veio à mente: choro e sorriso. Qual nada. Nem passaram perto. Então seria cenho franzido indicando raiva, boca travada, posição

Destacado / Deixe um comentário
Stepping Out (Roy Lichtenstein, 1978) - www.metmuseum.org

Adivinhe qual é a única emoção universal!

Luciene Godoy // A pesquisa se propunha a descobrir qual seria a única manifestação das emoções genuinamente universal. Imediatamente me veio à mente: choro e sorriso. Qual nada. Nem passaram perto. Então seria cenho franzido indicando raiva, boca travada, posição

Destacado / Deixe um comentário
The Singer in Green (Edgar Degas, 1884) - www.metmuseum.org

Gente feliz não enche o saco!

Luciene Godoy // Dizem que tem um grupo nas redes sociais com esse título. Provavelmente ele é constituído por pessoas que já descobriram o quanto é bom ser rodeado por gente de bem consigo mesma. O que parece tão óbvio

Destacado / Deixe um comentário
The Singer in Green (Edgar Degas, 1884) - www.metmuseum.org

Gente feliz não enche o saco!

Luciene Godoy // Dizem que tem um grupo nas redes sociais com esse título. Provavelmente ele é constituído por pessoas que já descobriram o quanto é bom ser rodeado por gente de bem consigo mesma. O que parece tão óbvio

Destacado / Deixe um comentário