Arquivos do Autor: lucienegodoylf

Sunday Morning (Dox Thrash, 1935–43) - www.metmuseum.org

A angústia dos domingos

Luciene Godoy // Domingo é um dia meio triste para muita gente. Andei “pesquisando” entre amigos e analisantes e, mais uma vez, constatei: tem uma certa tristeza que paira na vida das pessoas no domingo. Nada muito grande, apenas tardes

Destacado / Deixe um comentário
Sunday Morning (Dox Thrash, 1935–43) - www.metmuseum.org

A angústia dos domingos

Luciene Godoy // Domingo é um dia meio triste para muita gente. Andei “pesquisando” entre amigos e analisantes e, mais uma vez, constatei: tem uma certa tristeza que paira na vida das pessoas no domingo. Nada muito grande, apenas tardes

Destacado / Deixe um comentário
Talking, from the series Customs of Women Today (Yamamoto Shoun, 1906-1909)

Eu sei o que é, mas não sei explicar

Luciene Godoy // Dias atrás, preparando uma aula do Seminário 20 de Lacan, me vi dizendo uma frase que certa época povoou minha infância em Caldas Novas. Uma de minhas amiguinhas saiu com a brincadeira de “dicionário”. À queima-roupa, éramos

Destacado / Deixe um comentário
Talking, from the series Customs of Women Today (Yamamoto Shoun, 1906-1909)

Eu sei o que é, mas não sei explicar

Luciene Godoy // Dias atrás, preparando uma aula do Seminário 20 de Lacan, me vi dizendo uma frase que certa época povoou minha infância em Caldas Novas. Uma de minhas amiguinhas saiu com a brincadeira de “dicionário”. À queima-roupa, éramos

Destacado / Deixe um comentário

O que é o amor?

Luciene Godoy // Lacan dizia que amar é querer fazer “Um”, tentar a partir de dois fazer um. Quanto a isso, ele não deixa a menor dúvida no seu Seminário 20, em que afirma: “Nós dois somos um só. Todo

Destacado / Deixe um comentário

O que é o amor?

Luciene Godoy // Lacan dizia que amar é querer fazer “Um”, tentar a partir de dois fazer um. Quanto a isso, ele não deixa a menor dúvida no seu Seminário 20, em que afirma: “Nós dois somos um só. Todo

Destacado / Deixe um comentário

O POPULAR: Luciene Godoy lança livro que combate a ideia de que amar é sofrer

A psicanalista Luciene Godoy, titular da coluna Divã do POPULAR, lança hoje, às 19h30, o livro A Felicidade Bate à Sua Pele – Uma Teoria do Apaixonamento (Cânone Editorial). A sessão de autógrafos será realizada na Livraria Nobel do Shopping

Destacado / Deixe um comentário

O POPULAR: Luciene Godoy lança livro que combate a ideia de que amar é sofrer

A psicanalista Luciene Godoy, titular da coluna Divã do POPULAR, lança hoje, às 19h30, o livro A Felicidade Bate à Sua Pele – Uma Teoria do Apaixonamento (Cânone Editorial). A sessão de autógrafos será realizada na Livraria Nobel do Shopping

Destacado / Deixe um comentário
In the Studio (Alfred Stevens, 1888)

Às mestras, com carinho

Luciene Godoy // “O homem é produto do meio.” Frase bastante conhecida e aceita. Já “no princípio era o Outro”, nem tanto. Mas é assim que a psicanálise nos permite definir nossa relação com o mundo. Somos produto dos nossos

Destacado / Deixe um comentário
In the Studio (Alfred Stevens, 1888)

Às mestras, com carinho

Luciene Godoy // “O homem é produto do meio.” Frase bastante conhecida e aceita. Já “no princípio era o Outro”, nem tanto. Mas é assim que a psicanálise nos permite definir nossa relação com o mundo. Somos produto dos nossos

Destacado / Deixe um comentário
The Dance Lesson (Edgar Degas, 1879) - www.metmuseum.org

Os novos filhos respeitam os pais?

Luciene Godoy // Se fôssemos borboletas, cupins, formigas, geração após geração, teríamos os mesmos comportamentos, uma sendo idêntica à outra. O termo “conflito de gerações” não faria o menor sentido. Até o século passado, com a tentativa de padronizar o

Destacado / Deixe um comentário
The Dance Lesson (Edgar Degas, 1879) - www.metmuseum.org

Os novos filhos respeitam os pais?

Luciene Godoy // Se fôssemos borboletas, cupins, formigas, geração após geração, teríamos os mesmos comportamentos, uma sendo idêntica à outra. O termo “conflito de gerações” não faria o menor sentido. Até o século passado, com a tentativa de padronizar o

Destacado / Deixe um comentário
The Fear (Homage to Francisco Goya) (Corneliu Baba, 1987)

Ano novo, medos velhos

Luciene Godoy // Então, estamos todos começando um ano novinho para ser vivido! Com promessas, projetos, expectativas. Esperando muita coisa boa acontecer, não é verdade? Bem, pelo menos esse é bem o discurso de começo de ano. Será que o

Destacado / Deixe um comentário
The Fear (Homage to Francisco Goya) (Corneliu Baba, 1987)

Ano novo, medos velhos

Luciene Godoy // Então, estamos todos começando um ano novinho para ser vivido! Com promessas, projetos, expectativas. Esperando muita coisa boa acontecer, não é verdade? Bem, pelo menos esse é bem o discurso de começo de ano. Será que o

Destacado / Deixe um comentário
The Beeches (Asher Brown Durand, 1845) - www.metmuseum.org

Fazer o Ano ser Novo

Luciene Godoy // Quantas vezes seu ano virou nesses 365 últimos dias? Não dá para ser todo dia, senão a bola murcha. A vida é som e silêncio, é ter e não ter, é virar e é ficar. Falamos, falamos,

Destacado / Deixe um comentário
The Beeches (Asher Brown Durand, 1845) - www.metmuseum.org

Fazer o Ano ser Novo

Luciene Godoy // Quantas vezes seu ano virou nesses 365 últimos dias? Não dá para ser todo dia, senão a bola murcha. A vida é som e silêncio, é ter e não ter, é virar e é ficar. Falamos, falamos,

Destacado / Deixe um comentário