O que mantém as pessoas apaixonadas?

Li, há alguns anos, um artigo sobre casais apaixonados e que estão juntos há muito tempo. E olha que esse é um encontro difícil de acontecer: paixão e tempo longo.

Pois bem, resultado da pesquisa: uma característica que perpassava todos os casais entrevistados era o fato de que os cônjuges tinham uma imagem do companheiro melhor do que a que os amigos, com o olhar mais objetivo, tinham dele.

Quer dizer que o amor é cego mesmo?

Cego e otras cositas más, pois não só deixamos de ver defeitos como vemos qualidades que as outras pessoas ao redor não se dão conta.

Qual seria o nome desse “a mais” que os outros não veem, mas que o apaixonado vê? Eu, que vivo apaixonada há 33 anos, sou a mais interessada em saber.

Qual será o nome da aura que só um apaixonado vê e que não existe para os demais?

Chama-se magia.

Já ouviu falar? É ela que transforma um café com leite, pão e manteiga num breakfast no Plaza da Avenue Montaigne em Paris ou no Mandarin em Nova York.

Magia é o que se sente com o coração, como diz o Pequeno Príncipe.

A magia não está fora de nós.

Não se compra magia vestindo Dior, nem tendo casa de veraneio em Saint-Tropez ou Miami.

Magia é uma viagem dentro de nós mesmos.

É degustar o que “de fora” trazemos para dentro. É como sorvemos os acontecimentos.

Não é príncipe encantado, Brad Pitt ou Angelina Jolie que nos fará levitar na magia. É, isto sim, o que sentimos por nós mesmos.

Não culpe o seu companheiro (a) de não ser merecedor de sua paixão. Se não for mesmo, seja corajoso(a) para deixar a relação sem conserto. Se não existe magia, é, muito mais frequente que seja incapacidade de tê-la dentro de nós do que do outro que não nos conquista.

Tem gente que nem Deus dá jeito na infelicidade, nas cobranças e no rancor. São pessoas que estão sempre carregando na mão o papel das cobraças eternas do que você fez e reclamando o ressarcimento.

Somos mortos, não gostamos de nós mesmos e esperamos a fada ou fado-madrinho com sua varinha mágica para transformar a nossa vida de sapo.

Mas é o contrário, veja só.

É você que tem que ter a sua varinha mágica e sair tocando os objetos do mundo para vê-los vivos e felizes como você.

Magia é você saber que tem a varinha mágica das significações que você dá às coisas. Varinha que transforma drama em comédia, vitimismo em responsabilidade, fezes em adubo, cobrança em projetos e projetos em realizações.

Magia só existe no coração de quem está livre de cobranças porque conseguiu se colocar numa posição na vida que lhes agrada e não tem nada a cobrar de ninguém.

A magia de viver momentos deliciosos só é possível para quem acertou as contas consigo mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: